Designers


Mesa Circular Extensível

06
fev
2014

Por

Embora não faltem recursos tecnológicos de permitir que uma mesa “cresça” para acomodar mais pessoas, esses sistemas atendem mais as mesas em formato retangular. Quando se trata de mesas redondas, as opções são muito mais reduzidas. Normalmente colocando tampos de extensão no meio da mesa.

Essa mesa do primeiro vídeo é um excelente exemplo de criatividade! Com apenas um giro, ela se expande dobrando seu tamanho original. É ideal para economizar espaço e utilizar no tamanho ampliado quando receber visitas.

Poderia parecer impossível, mas é mesmo possível. O segundo vídeo é ainda melhor…  Não quer ter o trabalho nem de girar? Ok! Eles já fizeram o modelo dessa mesma mesa só que agora elétrica. Sem intervenção de qualquer pessoa. Apenas pressionando um botão.

Incrível!

O designer da Fletcher Capstan Table foi criado por David Fletcher que se inspirou nas antigas mesas elásticas que existem desde o século 18 e a sua primeira patente foi feita por Robert Jupe em 1835 na Inglaterra. Hoje uma mesa elástica antiga é muito valorizada no mercado de antiguidades com preços variando de R$25mil a R$50 mil.O fabricante só divulga o preço da Fletcher Capstan Table sob consulta

Philippe Starck – o mestre do design

30
nov
2013

Por

Quem nunca ouviu falar de Philippe Starck???

phillip starck

Starck é considerado um dos mais criativos e originais designers contemporâneos. Nasceu em 1949 em Paris. Produz design quase como respira. A suas criações ditam tendências no mundo do design com um estilo irreverente. Desde o mobiliário e arquitetura de interiores, à iluminação, até acessórios de cozinha, vestuário e uma infinidade de objetos, Starck usa seu bom gosto com muito talento.

Estudou na Escola Central de Artes Decorativas em Paris, e é formado em arquitetura e design. Aos 20 anos já dirigia um escritório de arquitetura na capital francesa. Nessa mesma época, assumiu o cargo de diretor de arte da “Pierre Cardin” onde produziu mais de 60 peças de design exclusivo. Atualmente Starck desdobra-se entre quatro cidades: Paris, NY, Veneza e Londres, viajando um pouco por todo mundo para concretizar os seus projetos.Trabalha para diversas marcas de renome internacional na área do design como as italianas Kartell, Alessi, Cassina, e Driade, entre muitas outras.

starck-MastersA mais recente novidade de Starck, são os 30 modelos de casas pré-fabricadas de alto padrão que serão produzidos pela empresa eslovena Riko. Feitas de pínus certificado, apresentam aberturas com vidro triplo recheado de gás argônio injetado (o que garante conforto térmico), cobertura verde, coleta de água da chuva e fontes energéticas alternativas. Erguidas em apenas seis meses sobre terreno aplainado, as casas variam de 110 m² a 415 m² e estão disponíveis só na Europa, a partir de € 2,4 mil o m². No entanto, a intenção é vendê-las em breve no Brasil.

philippe-starck-assina-linha-de-casas-pre-fabricadas

 

 Algumas das muitas criações do designer: 

starck5 milao-2010-antecipamos-novidades-salao-movel-09 26049.34729A4F Philippe_Starck_Mr._Impossible_Chair_uz9 Y lighting Ms K table lamp philippe starck yellow blue 080808_philippestarck_a

1280-visuel-velo-for-bordeaux-by-sarck-with-peugeot-10-feb-2012-2_0

Em 2012, Starck desenvolveu a Pibal, um híbrido entre  bicicleta e scooter, em colaboração com a marca francesa Peugeot, para a cidade de Bordeaux, voltada para um programa de compartilhamento de bicicletas, com o objetivo de  estimular a escolha deste modo de transporte dentro da cidade.

imgPhilippe Starck1TEL-OLA11334613956_1334339293_philippe_starck_pratfall_chair_747600starck01starck-1phillipe-starck-ed-archer-chair

“Cada objeto, cada forma, cada estilo deve ter um significado e é esse significado que nos influencia a cada dia.” Philippe Starck

Starck na arquitetura:

baron vert Nani-02 flickr-2268543529-original photo by naoyafujii

“Se não há visão humana, social ou amorosa, um projeto não tem a legitimidade de existir”. Philippe Starck

 

 

Loft – Um estilo de vida

21
nov
2013

Por

Afinal, o que é um loft? Conceitualmente, o nome loft se refere a mezanino, sótão ou espaço semelhante (geralmente usado para armazenagem) sem divisórias. Nos anos 60, esses espaços eram usados por artistas plásticos como ateliê. O vão livre, com pé direito alto, servia como moradia e local de trabalho. Com quarto, sala, banheiro e cozinha… Tudo num mesmo salão. Nos anos 70, em Nova York, os lofts viraram moda. Era a grande tendência da época. E como toda novidade, ficou caro!!! Em Manhattan, os menores lofts (de 50 a 70 metros quadrados) custam no mínimo 1 milhão de dólares (impressionante!!). Mas como para tudo nessa vida tem jeito, nada como bom gosto e charme para construir seu loft com materiais mais acessíveis e práticos… Bem prático! Já que agora a intenção é viver num local totalmente integrado. Os principais quesitos para desenvolver um loft tradicional são: Pé direito alto, ausência de paredes como divisões internas, pilares, vigas, tijolos e tubulações aparentes, ausência de forro e piso (no chão é utilizado cimento) e iluminação natural garantida por grandes panos de vidro.

Slide1 Slide2

10

Atualmente, esse conceito original perdeu a força já que temos muitos recursos para sofisticar este espaço, ideal para solteiros e jovens casais sem filhos. Muitos duplex encontrados no mercado, embora não sejam nada amplos, são vendidos como lofts só por causa do pé-direito duplo. Essa moradia passou a ser um estilo de vida.

O LoftCube traduz muito bem a evolução desse pequeno grande espaço. O designer Werner Aisslinger desenvolveu um projeto acessível, facilmente transportável, ecologicamente eficiente e que pudesse ser construído em massa. Na verdade, a intenção era ocupar os topos dos prédios de Berlim, onde fica o escritório de Aisslinger. Os protótipos construídos possuem 6.00×6.00×3.00 metros de altura, com módulos de painéis de madeira, com plástico removível. A arquitetura é marcada por grande transparência na fachada e nenhuma divisão interna, o que não foge do conceito inicial… porém, nesse caso, agora temos tubulações por dentro de parede, forro de gesso, pintura interna, piso assentado e pouca privacidade. Os brises e persianas ajudam nesse pequeno problema. Mas a vista tem que cooperar, e muito, para encarar um projeto desse. Pra quem quiser se informar mais sobre o LoftCube, clique aqui: http://www.loftcube.net/main.html

cube2 cube3 cube4

cube1 loft loft2

Abaixo, fotos do Home Office feito pelo Studio Denise Zuba na Casa Cor Brasília 2004 :

DSC_6200 copy

casa cor 2004 02 DSC_6153 copy DSC_6170 copy

casa cor

Um paraíso chamado Inhotim

08
nov
2013

Por

Já tinha ouvido falar de Inhotim, em Brumadinho, Minas Gerais, mas conhecer foi muito além das expectativas. Trata-se de um dos maiores museus de arte contemporânea do mundo, dentro de um jardim botânico fantástico. Inhotim é, sem dúvidas, um paraíso. Só indo lá para compreender o significado do lugar. A sensação de paz absoluta toma conta de qualquer ser humano. Um parque, um museu a céu aberto, um conjunto de obras contemporâneas onde cada artista expressa seu talento , sua arte, associado a uma paisagem que transmite paz e contato com a natureza. Tudo isso em total harmonia. São 45 hectares de verde das mais variadas formas, num paisagismo perfeito e bem cuidado. As obras que expressam a originalidade dos artistas aguçam nossos sentidos. Basta você relaxar, apreciar e se permitir. Inhotim é isso… Quem ainda não conhece e gosta de arte e natureza, vá!!! O passeio é de no mínimo dois dias. Eu fui uma única vez e já quero voltar. Compre antecipadamente a entrada, bem como o direito de andar nos carrinhos elétricos de transporte internos, pois o espaço é enorme, quase 100 ha, e em alguns trechos é bom ter o carrinho para ajudar.

Zuba_MG 222

IMG_8457

Rafael Almeida, Paula Fatureto, Juliana Couto, Samuel Lima e Luiz Azevedo

IMG_8526

Juliana Zuba, Denise Zuba, Flávia Andrade (Dessine), Juliana Couto, Paula Fatureto, Samuel Lima, Rafael Almeida, Sidy Kubacki, Luiz Azevedo, Ruan Braga e Juliana Leão

IMG_8518

Juliana Leão e Samuel Lima

IMG_8480

Luiz Azevedo, Rafael Almeida e Ruan Braga

Zuba_MG 204

Sidy Kubacki

Zuba_MG 019

Paula Fatureto, Juliana Leão e Juliana Couto

   IMG_8521 IMG_8512 IMG_8505 IMG_8503 IMG_8466 IMG_8459 Zuba_MG 221 Zuba_MG 219 Zuba_MG 216 Zuba_MG 026 Zuba_MG 212 Zuba_MG 023 Zuba_MG 227 Zuba_MG 193 Zuba_MG 158 Slide2

 A melhor parte de Inhotim, na minha opinião, certamente foi o trabalho do americano Doug Aitken. Fiquei encantada com a profusão da natureza, arquitetura e som! O Sound Pavillion permite ao visitante ouvir em tempo real, o som do interior da terra. Por uma rampa você alcança um pavilhão circular, envidraçado, onde se encontra um buraco redondo, que na verdade é um poço estreito de trezentos metros de profundidade. É importante lembrar que  o local é uma zona de escavações de minérios. No fundo do poço, microfones de alta sensibilidade captam diretamente  o som produzido na terra, sem ter nenhuma interferência da superfície. A mudança no padrão  do som no decorrer do tempo, junto com a bela paisagem do pavilhão, me fez escolher este trabalho o melhor de Inhotim.

ccluxo-inhotim-134-13Slide1

 

Light Design e Exporlux na Casa Cor Brasília

10
out
2013

Por

Foram 11 os ambientes da Casa Cor de Brasília iluminados pela Light Design+ Exporlux, que aproveitou a mostra para apresentar a nova coleção de luminárias decorativas criada com exclusividade pela designer Cristiana Bertolucci, além de algumas peças das renomadas marcas italianas representadas oficialmente pela empresa.

As luminárias de Cristiana Bertolucci tiveram como inspiração materiais que precisam ser trabalhados artesanalmente, como o cobre, latão, lona e madeira. Na cozinha, projetada por Cynthia Rondeli, e no quarto do casal, de Bárbara Paiva, o destaque é a família Quadrilha, formada por charmosos pendentes com diferentes cúpulas que podem ser usados individualmente ou em composição. Nesses mesmos ambientes os visitantes também poderão ver abajures e arandelas da linha Sarará.

Produzido a partir de delicadas varas metálicas, diferentes modelos do pendente Allegretto, da Foscarini, podem ser vistas no Studio do Atleta, de Silvana Andrade e no Quarto do Hotel de Walléria Teixeira.

No espaço Café/Sebrae, de Yeda Garcia, que homenageia os tecelões brasileiros, foram utilizados pendentes Fork, assinados pela Diesel with Foscarini, com cúpula de tecido rústico em patchwork. No cubo cinza, de Ney Lima, os pendentes de borracha Tool, da mesma marca, convivem em harmonia com o concreto e madeira escolhidos pelo arquiteto para revestir as paredes.

quadrilha

Quadrilha – Cristiana Bertolucci

17-suite-do-casal-barbara-paiva-ambiente

Quarto Casal – Bárbara Paiva

Sarará Abajur

Abajur Sarará

cozinha -

Cozinha – Cynthia Rondeli

26---studio-do-atleta---silvana-andrade---ambiente-1380139812019_956x500

Studio do Atleta – Silvana Andrade

quarto do hotel

Quarto do Hotel – Walléria Teixeira

Allegretto by Foscarini

33-cafe-sebrae-yeda-garcia-ambiente

Café Sebrae

foscarini-fork-li047125e

Fork – Foscarini

07-cubo-cinza-ney-lima-ambiente

Cubo Cinza – Ney Lima

07---cubo-cinza---ney-lima---detalhe-1380138913629_421x632

Pendentes de borracha Tool – Diesel

grid_10_tool_pendente_1 grid_10_tool_pendente_6

  Light Design+Exporlux
Trecho 3 lotes 165/195 loja 101
SIA – Distrito Federal
(61) 3222 4422

Jader Almeida

08
out
2013

Por

Jader Almeida é um dos designers brasileiros mais respeitados no mundo atualmente. Um de seus grandes destaques é o sucesso que faz com suas produções em madeira. Trabalhou para a empresa LinBrasil, editora da coleção de móveis assinados por conceituados arquitetos e designers. Ganhador do IF Product Design Award (um dos principais prêmios do design mundial que aconteceu em Hanover/Alemanha), Jader estudou desenho industrial e arquitetura.

Cadeira-bossa-2

Cadeira Bossa

 

Banco_cheig

Banco Cheig

Jader Almeida segue aprimorando seu trabalho com a participação em feiras, exposições, visitas técnicas e cursos em diversos países. Atua também em projetos de arquitetura, desenvolvidos em seu escritório em Florianópolis, Santa Catarina.

mesa2 1

jader

“Busco a racionalidade, a geometria simples, em formas puras com estética atemporal. Busco criar produtos com valores duráveis. Abordar a herança dos mestres, mas com o olhar para frente, pensando que as escolhas de hoje serão o reflexo do amanhã.”

mesa cadeira 1

A marca de Jader Almeida vem se solidificando a cada dia e seus produtos vêm ganhando o devido reconhecimento. Na Casa Sob Medida, de Denise Zuba, o designer ganhou maior destaque com suas peças:

_DGD5607 _DGD5700 _DGD5711